domingo, agosto 05, 2007

Para Arnaldo

Ela sempre dizia:
Escrevo porque não sei lançar flechas,
e mordia o lado esquerdo dos lábios.
Eu sempre dizia a ela:
Mas você pode ter filhos, folhas a mais
e a beijava no canto direito da boca
para que o sangue nâo me contaminasse.

3 comentários:

ediney disse...

gostei da tua palavra,da tua escrita

A Antimusa disse...

Gosto sempre, se for imprimir um livro me avise.

Arnaldo Sobrinho disse...

Como assim???? Parfait, mon chèr...A delicadeza é mesmo um dom para poucos...daqui, diria eu "une machine à émouvoir".