sexta-feira, dezembro 01, 2006

Palavras para a eternindade

Vai Matheus, vai.
Sempre ir.............

Abriu-se mais um silêncio em mim,
Mas você virou música...
.
.
.
Bonita presença
Que urgência! Vai.
A frente de todos nós. Vai.
Na dor de amor universal
tento sonhar um caminho eterno e sonoro.

Te ouço.

3 comentários:

Anônimo disse...

já tinha um tempo q não podia vir aqui, estav sem internet e sem tempo tbm. Mas fico muito impressionada com seus textos, são muito bons. Estou montando um blog comunitário em que cada um posta um texto que dialogue com o anterior, se vc quiser participar me dá um toque.
abraço

maricota de jesus disse...

não sei se senti o que vc sentiu.

mas senti.

draupadi disse...

eu PRECISO mandar um beijo pro álvaro ballero!
que morreu há exatos dois meses e deixou um vazio enorme aqui fora!