domingo, janeiro 08, 2006

Da carne

Olhos meus fervilham sobre ( ) ( )s/ A boca mordisca um gosto de desejo/ Bundas embaladas como em um movimento náutico animam ainda mais a música, nos deixam zonzos/ A bebida me dança/ Todo/ Palavras quentes ou assuntos culturalmente banais: ouço plenamente agitado, estou surdo/

3 comentários:

[ana] disse...

entrei no embalo. adorei.

Fio Invisivel disse...

lindo...sincero...leve e ao mesmo tempo denso (mas na medida certa...gramas exatas).
Caio, Clarice, Assis.....todos mergulhados numa escrita que pra mim é mais que tocante, é verdadeira.

Parabéns!
Voltarei sempre.

Thell Guerson disse...

"Caio, Clarice, Assis....." Comparação ousada heim?
Mas o que é que te separa mesmo daqueles, meu amigo? Bem muitas coisas separam todo mundo de todo mundo de todo mundo. Mas a propósito de um talento de lapidagem tão delicada e precisa como o seu só me resta concordar e ousar também.
Caio, Clarice, Assis.....